Coronavírus: Como está a crise no mercado erótico.

Em meio a todo esse caos devido a pandemia da gripe, um sex shop da Nova Zelândia registrou um aumento nas vendas de vibradores, lubrificantes e baterias. E afirma que muitos de seus clientes estão evitando multidões e querem algo para fazer enquanto estão isolados em suas residências.

Nos países europeus e asiáticos onde o auto isolamento por causa do Coronavírus já é uma realidade, a busca por produtos eróticos e sex toys aumentaram. Em alguns deles, a imprensa internacional já fala em escassez.

Muitas empresas americanas e europeias produzem seus produtos na china. E por isso a falta de mercadorias podem ser importunas também e preocupantes para o ramo afirma empresários.



Revela-se uma forma de sobrevivência em meio à crise.

Empresas relataram que as vendas entre 1º de janeiro e 6 de março foram ‘acima da média’ especialmente em áreas afetadas pelo vírus. Os dados seguem um padrão de acordo com o local onde a maioria dos surtos está atualmente.

Observaram também um aumento no uso de sites de namoro online, com 82% dos solteiros se voltando para a Internet por amor. Segundo esse levantamento, 5% dos solteiros prometeram interromper o namoro até que o vírus passe e 30% continuarão falando apenas online. E 60% disseram que preferem se encontrar on-line a encontrar um encontro pessoalmente.

A busca por estimuladores e vibradores que podem ser acionados remotamente podem ser uma forma de manter a relação e a chama acesa. Sendo possível usar um vibrador que é regulado pelo parceiro.

No início do mês de março, relatam os sites pornográficos que estavam lucrando depois que o surto do Coronavírus se espalhou, com as plataformas publicando filmes de pessoas fazendo sexo com trajes de proteção, como uma nova tendência. Os vídeos exóticos apresentam atores com trajes de proteção, máscaras faciais ou aventais de hospitais que mantêm relações sexuais no que parece ser instalações médicas.

Segundo os atores, alguns de seus vídeos obtêm informações importantes de como evitar a proliferação da doença e foram elaborados com a intenção de educar as pessoas.

A situação requer cuidados e existe risco de agravamento. No entanto se forem tomados alguns cuidados simples a incidência de contaminação diminui bastante. Então fique atento e faça sua parte. Assim todos estarão mais seguros.
Fonte: mercadoerotico.org
Gostou das dicas que preparamos para você? Assine nossas Newsletter para receber novidades quentíssimas!


Produtos Relacionados: